Novidades > Artigos

22/05/2007
Guias, berranteiros, fiadores, meieiros e culateiros orquestram a boiada

Foto Anterior Legenda da foto bla bla bal baljjflakjf adflajf adf Foto Posterior
Na condução de uma boiada com duzentas cabeças de gado, como a da Comitiva do Sertão das Gerais, cada vaqueiro tem o seu papel e responsabilidades, sob o atento e firme olhar do capataz, o capitão do time, que viaja quase sempre na retaguarda. Ao José Renato, que ocupa na viagem atual o mesmo posto de capataz de Manuelzão na comitiva de Guimarães Rosa em 1952, cabem, assim, as decisões mais difíceis, desde o afinamento e o entrosamento dos 22 vaqueiros, até quem vai campear os animais desgarrados, a hora de saída dos pousos, a melhor trilha a seguir.

No manejo da boiada em marcha, as funções de cada um se completam. À frente, seguem os guias, ladeados pelos berranteiros, que orientam os animais e puxam a comitiva. Já os vaqueiros que ficam nas laterais da boiada, impedindo a dispersão dos bois pelos campos, são chamados de fiadores, os que mais tem trabalho durante a viagem, pois correm de um lado para outro o tempo todo e entram pelos campos atrás dos animais fugitivos, que arribaram.

Os culateiros, por sua vez, são os vaqueiros que ficam na retranca, atrás da boiada, e animam e tocam os animais da retaguarda, quase sempre os mais cansados. Junto com os culateiros, segue, por fim, a tropa de burros e mulas, carregada com a tralha de viagem e alimentos em suas cangalhas e bruacas.

Em caso da necessidade de mudança de direção, surge a figura do ponteiro, que segue na frente e indica o caminho à boiada, “encabicera” o gado, à direita ou à esquerda, ensina José Jesus Oliveira, o experiente Zé Doca, de 61 anos. Há, ainda, o vaqueiro afinador que “espicha” o gado quando a boiada está muito concentrada, bem como o vaqueiro meieiro, que entra no meio e aparta e dividi os animais.

“Mas o mais importante mesmo é a conversa com o gado, é usar sempre um jeito só de falar, tipo vem boi, vem boi...” filosofa Zé Doca.

Leia mais

Para acompanhar as reportagens diárias sobre a viagem da Comitiva do Sertão das Gerais desde o último dia 17 de maio, basta entrar em Novidades, na capa do site da Terrazul, e acessar Notícias.