Novidades > Artigos

08/05/2007
Vaqueiros refazem, a partir de 17 de maio, a viagem de Guimarães Rosa pelo sertão de Minas em 1952

Foto Anterior Legenda da foto bla bla bal baljjflakjf adflajf adf Foto Posterior
Em uma viagem prevista para dez dias, desde a Fazenda da Sirga, no município de Três Marias, até a Fazenda São Francisco, em Araçaí, a Comitiva do Sertão das Gerais irá percorrer 247 quilômetros, pernoitando nas antigas fazendas e pousos visitados pelo médico João Guimarães Rosa em 1952. Além dos 22 vaqueiros que tocarão a boiada de 198 animais, a Comitiva contará com uma equipe de apoio integrada por pesquisadores, fotógrafos e cinegrafistas que realizarão um amplo levantamento dos atrativos históricos, culturais e naturais ao longo do antigo caminho das boiadas, visando a consolidação do Circuito Turístico Guimarães Rosa.

A “moderna” Comitiva, idealizada pelo seu coordenador, Pedro Fonseca, tem como chefe Francisco Guimarães Moreira Filho, o Crioulo Moreira, que integrou a equipe da viagem de 1952, e sairá no dia 17 de maio da Capelinha do Manuelzão, pernoitando no primeiro dia de viagem na Fazenda da Tolda. No dia seguinte, as tropas e a boiada pernoitarão em Andrequicé, distrito de Três Marias, onde a Prefeitura lançará, no Memorial de Manuelzão, o Projeto Veredas Vivas, de revitalização e replantio, com mudas nativas, das veredas, imortalizadas na genial obra do escritor mineiro.

Depois de pernoitar em sete outras fazendas ao longo da rota, a Comitiva, que tem a parceria do Instituto Terrazul, chegará finalmente à Fazenda São Francisco, em Araçaí, no dia 26 de maio, mesmo local da chegada de Guimarães Rosa há 55 anos. E ainda neste dia seguirá para a Fazenda do Crioulo, onde será lançado o Memorial do Chico Moreira que, como Manuelzão, foi outro lendário vaqueiro da Comitiva de Guimarães Rosa em 1952.